quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Três fases na Oração em Línguas

"Transcrito de mensagem ministrada pelo Pr. Eber Rodrigues"
Três Fases na Oração em Línguas

1 Cor 14
Que a palavra do Senhor nos alimente e fale em nosso espírito, somos livres.
A prática da oração em línguas é utilizada pelo Espírito Santo para ativar a mente de Cristo em nós. 1 Cor 2 Paulo diz que nós temos a mente de Cristo.
É importante ter consciência do que é fraqueza dentro de nós, pois não dá para maquiar, um medo, uma incredulidade, uma amargura, seja qual for o problema, não se esconda atrás de uma carnalidade.
Ex. Dizer eu sou livre, esse negócio de religião não é comigo, em si este conceito é correto ou verdadeiro? Sim é correto, mas isto pode estar debaixo de uma rebeldia, na verdade a leitura da alma é outra, ninguém manda na minha vida! não vou seguir o conselho de ninguém.
Se há dificuldade em alguma área, não dá pra por uma capa de religião, reconheça que está errado, leve para cruz, ore em línguas e mate isto em nome de Jesus!
Mestre! Mestre! Porque não conseguimos expulsar aquele demônio, perguntaram em particular, pois se fosse em público, Jesus responderia em público. Foi por causa da pequenez da vossa fé, não teologize ou crie uma doutrina que justifique a incredulidade. Eu acho...explicações para a falta de poder em nossa vida.
Quando Deus encontra em nós o que Ele precisa para fazer, Ele faz! Deus se move em níveis de fé que Ele encontra para operar, quando encontra o suficiente do pulsar do nosso espírito Ele pode se identificar, se unir com a nossa fé, Ele pode operar e vai acontecer milagres. Fé é uma ação.
Exponha a incredulidade, não coloque um rótulo. Jesus disse esta casta não sai se não for por meio de jejum e oração.
Muitos fazem votos; andar descalço, não cortar o cabelo, porque que não decidem orar dez horas por dia, porque cumprir votos é fácil, mas ficar adorando todo o dia uma, duas, três horas... tem que ter fé, algo a mais.
Tem algo mais alto, não é Deus que tem que ser movido, mas nós é que precisamos ir no lugar que Ele está e quando entramos neste lugar, Ele faz!
Eu farei isto para Deus fazer... a gente está sempre tentando fazer Deus fazer, e Ele está tentando fazer você crer que já está feito!
Pra Deus eu sou sarado, eu não tenho enfermidades, Jesus levou as minhas doenças e pelas suas pisaduras eu fui sarado. Eu não vi, ainda, mas isto não significa que você tem que ficar neste lugar. Faça uma jornada para o lugar da fé, orando em línguas, meditando na palavra, mas não coloque uma roupa no pecado ou sobre o problema para esconder o verdadeiro problema, falta de fé.
Quando você entra na edificação pessoal e fica tempo a sós com Deus, se entregando ao Espírito Santo, a oração em línguas é um chamado a entrega, é o caminho da edificação, apresentando o seu corpo como um sacrifício vivo, ora após hora, sistematicamente, todos os dias.
Deus não se frustra com o tempo que você não hora, mas fica feliz com o tempo que você hora.
Se edificando todo dia, exercendo fé, abrindo a boca para a oração em línguas.
Deus prometeu que responde esta oração, a edificação vai ocorrendo, você vai ficando fortalecido, coisas acontecem neste período, são as fases.
A primeira fase é a do entendimento, revelações começam a vir, entendimento espiritual, as coisas se abrem.
A segunda fase é a das lutas, da perseguição. Quando você entra num caminho espiritual o diabo se levanta com fúria para nos parar, o objetivo é roubar a palavra, e tirar esta palavra do nosso coração, porque se ele conseguir arrancar a semente que Deus plantou no seu espírito ele sabe que Deus perde a condição maior que Ele tinha em seu coração que é a verdade operando em seu coração.
Na primeira fase da oração em línguas Deus me dá entendimento, na segunda fase ele me firma naquele entendimento, a revelação vai entrando você começa a se mover, agir em fé, caminhando naquilo, operando, agindo, aparentemente coisas acontecem, outras vezes coisas não acontece, mas não importa, pois há uma ação de fé.
Depois vem um período de perseguição, batalha, luta, um vento contrário, uma conspiração, parece que o inferno nos achou. O diabo quer roubar a palavra, mas você fica firme.
A terceira fase é a fase da concorrência, a palavra semeada entre os espinhos, os cuidados do mundo, os deleites da vida, concorrendo com a palavra.
Na primeira fase você ganha entendimento, vence o racional, na segunda fase você vence o emocional, mas na terceira fase eu tenho que vencer a minha vontade, desejos.
Precisamos vencer a nossa alma até que haja um jorrar de Deus na nossa vida!
Raciocínios, emoções e vontades.
As vontades é a área mais profunda, pois é o que eu quero, e se levantam coisas que são concorrentes ao chamado, a palavra que Deus me deu.
Estas coisas concorrendo podem sufocar a palavra.
Não parar com a oração em línguas, em qualquer circunstância, permanecer no fundamento até se estabelecer nele com perseverança.
Se edificando até o ponto de ultrapassar o que estava te parando, quando isto acontecer você enxergará o problema como Deus enxerga. Muitos sentem que estão piorando depois que permanecem na oração, mas o que de fato acontece é que estou sendo restaurado, liberto, limpo, edificado pelo Espírito Santo.
Sempre há um novo lugar na edificação, de fé em fé, de glória em glória, é um caminho em que Deus nos estabelece e Cristo vai sendo formado em nós, sendo edificado.
Menos parecido com o mundo e mais parecido com Jesus nós ficamos.
Deus coloca as coisas no lugar dentro de nós, o amor ganha significado mais importante do que outras coisas, se torna mais forte, ele está num lugar mais alto que estas coisas.
A medida que as coisas são reordenadas em nós um caminhar em amor se estabelece para se manifestar na terra.
A batalha que eu estou, em amor eu vencerei, muita coisa pode falhar, mas o amor não falha.
Há momentos terríveis que precisamos parar até aquele momento passar, não fazer nada, não falar nada, não avançar nem recuar. Discernir o tempo em nossa vida, se aquietar, parar...
Unção de graça, óleo de discernimento, pois nEle você sempre dará o passo certo e vencerá.
Discernimento é fazer o que Jesus faria naquele momento e Jesus era guiado pelo Espírito.
Quanto mais falamos em línguas, mais este canal da voz de Deus fica limpo.
Na batalha espiritual pode acontecer duas coisas:
Primeiro o diabo chega atrasado, você já estava preparado para o ataque, nada que ele fizer te atinge, você sabe que aquilo não é verdade, arquitetou mas nos pega na unção.
Segunda você chega atrasado, o laço já está armado.
O rei dos assirios arquitetava, maquinava contra Israel, mas Deus contava tudo para o profeta Eliseu, dentro de mim existe um profeta, o Espírito Santo.
Antes que o ataque venha o Espírito Santo já está intercedendo por mim através da oração em línguas. Eu venço tudo!
No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, Eu venci o mundo.
Estando ungido, todo o teatro do diabo não me atinge, ele só faz teatro.
Não ande no ímpeto da sua alma! Não acredite em suas mentiras, para esse discernimento é preciso edificação e o espírito precisa estar mais forte que a alma.
A unção tem que prevalecer naquele momento, as emoções tem que estar batizadas no poder de Deus, no Espírito Santo, a adoração é uma chave!
Quando você adora, você mergulha as suas emoções, que é o maior problema, na presença de Deus, a presença Dele muda o meu estado emocional. Adorar é cuidar da alma.
Crer é um livre arbítrio, você escolhe crer ou não. Está relacionado com nossas decisões, eu escolho crer naquilo que a palavra diz.
Nm 9.15 No dia que foi erigido o tabernáculo a nuvem cobriu atenda do testemunho, a saber a tarde estava sobre o tabernáculo uma aparência de fogo, de dia a nuvem o cobria e a noite uma aparência de fogo, quando a nuvem se erguia da tenda os filhos de Israel se colocavam em marcha, no lugar onde a nuvem parava os filhos de israel se acampavam, segundo o mandado do Senhor partiam e acampavam, por todo tempo em que a nuvem pairava sobre o tabernáculo os filhos de Israel permaneciam acampados. Cumpriam a ordem do Senhor e não partiam.
As vezes poucos dias, permaneciam e partiam, quer de dia quer de noite, seguindo a nuvem, quer parasse ou seguisse, mas sempre seguiam a nuvem.
Se é hora de parar e você marchar, você fica fora da nuvem, se é hora de marchar e você parar, você fica fora da nuvem.
O andar cristão é um andar de fé, você vai e para seguindo o que Deus fala.
Esta palavra da nuvem é um retrato da orientação que eu tenho dentro de mim hoje!
Há maneiras básicas de Deus me guiar:
Testemunho interior no espírito, é uma maneira básica, uma confirmação, ou não.
Palavra revelada, rhema, Bíblia, você está num texto e o Senhor vivifica um versículo no seu coração.
Através da voz do Espírito Santo, Ele fala, em português mesmo, lá do interior, ouça voz e obedeça.
Através de pessoas que temos ligações espirituais.
Através de qualquer pessoa ou coisa, como Ele quiser falar.
Hb diz havendo Deus outrora falado muitas vezes e de muitas maneiras aos pais pelos profetas, esses últimos dias nos falou pelo filho.
Fique alerta pois Ele pode estar falando através de qualquer pessoa. Muitas vezes é Jesus falando e nós não vimos, até um ímpio pode ser usado, uma mula...Deus humilhando o profeta por causa da obstinação.
Deus tem seus jeitos de falar conosco. Ele vai falar e ouviremos.
Entre e caminhe neste caminho de edificação, ora após hora, se entregar ao Espírito Santo.
O segredo é ficar perto de Jesus, é o único caminho.
Salmo 91 diz porque a mim se apegou com amor eu o livrarei, grude em Jesus!
Pedro disse eu morrerei por ti, ele estava sendo sincero que quando Jesus foi ser preso ele cortou a orelha de Malco. Estava disposto a morrer, só que quando estava longe de Jesus a valentia dele acabou.
Eu preciso ficar perto de Jesus. Esses são dias de ficarmos perto dEle, aí eu não vou errar porque tudo que eu não sou Ele é por mim, tudo que eu não posso Ele pode por mim, tudo que eu não sei Ele sabe por mim.
O diabo vai ter que reconhecer que maior é o que está em nós do que o que está no mundo.
Porque a mim se apegou com amor eu o livrarei.
Fortaleça o seu espírito!
Amém! Graça e Paz!

2 comentários:

Anônimo disse...

Amém!

Pastor Ariston Junior disse...

Eu tenho sobre o assunto um estudo no meu Blog: http://oracaoemlinguas.blogspot.com/

Postar um comentário